terça-feira, 23 de novembro de 2010

Pedro Zé, Um Nordestino.














Lá vem Pedro Zé, lá vem Pedro Zé
Um nordestino, pobre de menino
Filho do sertão
Trazendo no peito a dor,
A mágoa viva
Fruto de uma civilização
Nas mãos todo ódio de um mundo
Que o traiu pela injustiça e solidão

Mas não tem problema moço não
Eu sou um cabra maço sim senhor
E não é tão fácil me vencer
Conheço os mistérios de uma flor

Lá vem Pedro Zé
Chegando na tal cidade grande
Berço de toda injustiça social
E ele só queria uma saída
Apenas uma chance para trabalhar
Sou homem de bem
De uma família que é humilde
Mas que tem no coração
A vontade de ajudar

E quando a fome me abateu
E o desespero me alcançou
Fui a uma Igreja recorrer
E um homem pra mim falou

Que que há rapaz?
Você tá de porre,
Sai pra lá seu vagabundo
Você pode trabalhar
Em lugar de "santos"
Você não pode entrar bêbado
E não pode nem fumar
E quer saber mais vai dando
O fora rapidinho
Que se não vou te expulsar

Então Pedro Zé saiu de lá
E pela primeira vez chorou
Não tinha vontade de viver
E aí foi que ele planejou

Eu vou me matar
Sou um pobre coitado
To cheirando um mal danado
E não tenho onde ficar
Mas juro a vocês,
Que lá no fundo do meu peito,
Eu só queria era aguentar
Meus Deus me perdoe
Sei que é pecado de morte
Mas não vou continuar

Aí eu pergunto a vocês
Por que é difícil se amar ?
Por que é difícil se ajudar ?
Por que tanto mal existe aqui ?
O que foi deixado para nós ?
Amai-vos como eu vos amei
Por que não lutamos pelo bem ?
Qual é o sentido de viver ?

Mas Deus sabe tudo que ele faz
E não deixaria isso assim
Pobre Pedro Zé homem bom
Nunca merecia esse fim
Não é que dentro da igrejinha
Três pessoas ouviram ele falar
E o seguiram a noite inteirinha
Com muita vontade de ajudar

Pedro Zé foi para a ponte Rio-Niterói
E dali só queria se atirar
Mas três vozes
Gritaram com emoção
Não se atire não, Deus te ama Zé
Nós viemos aqui para te levar

Pedro Zé escutou no seu coração
Que a bondade
É maior do que o mal que há
A Jesus aceitou e correu feliz
Vou pra minha terra quero ver Maria
E com ela eu quero me casar

Lá vai Pedro Zé, boa sorte Zé
Deus te ama Zé, não se esquece não Zé

Música: Pedro Zé, um Nordestino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário