segunda-feira, 11 de julho de 2011


Há uma coisa que venho pensando há vários dias, eu não consigo compreender, até uns dias atraz estava conversando com um amigo sobre isso, essa coisa é a morte, por favor não se assustem. O meu post quer mostrar toda minha indignação, não sei se por falta de entendimento ou por falta de explicação neste assunto. Desculpem-me mas eu não consigo entender como as pessoas se vão tão rápidas, algumas nem entram direito neste mundo e em poucos dias já se vão, porque isso acontece? Na verdade, qual o sentido disso ? Você já parou pra pensar quando as pessoas que você mais ama neste mundo não puderem mais segurar a sua mão? Neste momento eu queria dar um pulo e segurar na mão de Deus, pena que não podemos fazer isso, temos que nos contentar com a dor, e tentar aprender com ela. Estou muito cansado de guerra, miséria, fome, de violência, de todo tipo de ausência de amor, chega de sofrimento! Deixo aqui minha palavra de consolo de todo coração a todos que estão precisando neste momento. Quero pedir um favor a todos vocês que estão lendo isso: Por favor, valorizem as pessoas que vocês amam, a vida não é um vídeo-game que você pode começar do zero novamente. Amem as pessoas não sejam como os outros que fazem o contrário.

A resposta:
Para aqueles que passam pelo vale da sombra da morte, ouçam essas palavras: O pranto durará algumas negras e terríveis noites, mas em meio dessa escuridão logo se ouvirá o sussurro do Pai "Eu estou contigo. Nesse momento não posso lhe dizer por quê, mas um dia tudo terá sentido. Verás que tudo era parte de meu plano. Não foi um acidente. Não foi um fracasso de sua parte. Agarre-se com força. Deixe que Eu lhe abrace nessa hora de dor."
- David Wilkerson
Fonte: Quando todos os recursos falham:
http://aosperegrinos.blogspot.com/2011/04/quando-todos-os-recursos-falham-davi.html

A única revolução verdadeira é o amor - Detonautas


Samuel S.

2 comentários:

  1. Olha...que texto lindo!
    Realmente,a maioria das pessoas nao se importam com quem as rodeia,com quem as ama e com quem elas amam,mas quando estas se vao,ai param pra pensar e no fim fica aquela velha pergunta: Por que nao abracei ele naquela noite?Por que nao perdoei ao inves de ficar sem conversar por dias?Por que ,por que,por que?
    Ai vem o arrependimento,e isso e muito triste.
    Eu procuro dar valor a quem eu amo,espero que eu esteja dando valor o suficiente.
    Parabens pelo texto,muito bom...
    Essa musica da postagem anterior e muito legal,existe outra do Andre Valadao que tem o mesmo titulo,tambem e otima...enfim...ja me estendi,hahaha
    Parabens!
    Beijos e ate mais

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pelo elogio Amanda infelizmente é assim mesmo. Mas também tem muita gente que ainda dá valor. Bjus.

    ResponderExcluir