segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Entrevista com Pedro Cardoso




Não dá pra dizer que eu com essa história 'branquinha' parto do mesmo lugar de um menino que nasce na favela, vindo com essa história de escravidão que tem no Brasil. Não dá pra dizer que as minhas filhas e ele, estão tendo a mesma oportunidade na vida. Esse cara tem 350 anos de opressão, de humilhação, de ofensa. A minha filha nasce, Lázaro, ela não tem essa sensação da vida. O 'menininho preto brasileiro' muito cedo sabe a 'cara' do tapa na cara da polícia, as minhas filhas não. Então na hora que chega na Universidade eu acho muito justo que se tenha que corrigir isso, se possível muito antes, mas se não é possível corrigir tão antes que se corrija ali. - Pedro Cardoso

Entrevista com sobre cotas em Universidades
Disponível em:
http://www.youtube.com/watch?v=UdzDNd1mmTI&feature=related


Samuel S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário