quarta-feira, 27 de julho de 2011

Velhos Outonos



Vai ficar ou vai correr?
Vai Salvar ou esquecer?
Eu só quero que me ame até o pôr do sol
Os dias passam, passam as horas
Tocando temas com um piano desafinado
Mais ou menos errado, mais ou menos parado
Sem sentido, um pouco ignorado
Gritos ecoam, selam memórias, marcam
Deus ainda chora, sempre rimos e o mundo esquece
O tempo da última prece
E ninguém aquece, ninguém acontece
Você sente na pele
Os dias estão frios, as noites estão quentes
Caminham num labirinto de vento
Vestindo pouco a pouco o esquecimento
Somos o que fazemos para mudar o que fomos
Mas se nada somos, virão apenas velhos outonos
Vai ficar ou vai correr?
Vai Salvar ou esquecer?
Eu só quero que me ame até o pôr do sol
Uma lágrima no chão reagiu minha lentidão
Tocou meu coração, fiz o que precisava
Ele chorava e eu perguntava
É comida? É uma casa?
Mal a noite caia, ele dizia
"Se quiser fazer algo por mim
Faça um verso sereno
E que ele me leve
Não somente até o céu, mas perto das estrelas"
Somos o que fazemos para mudar o que fomos
Vai ficar ou vai correr?
Vai Salvar ou esquecer?
Eu só quero que me ame até o pôr do sol
Take care about tomorrow
You need someone to follow
Yeah, there's a happy end
Even at the end
I can trust you, I can see
I can try, I can feel it
Cause tomorrow will be better
We must believe it.

Rosa de Saron ♥

Composição: Guilherme de Sá

LorrayneN.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Quem sou eu ?




Na ficha da loja sou CLIENTE, no restaurante FREGUÊS, quando alugo uma casaINQUILINO, na condução PASSAGEIRO, nos correios REMETENTE, no supermercado CONSUMIDOR.

Para a Receita Federal CONTRIBUINTE, se vendo algo importadoCONTRABANDISTA. Se revendo algo, sou MUAMBEIRO, se o carnê tá com o prazo vencido INADIMPLENTE, se não pago imposto SONEGADOR. Para votar ELEITOR, mas em comícios MASSA , em viagens TURISTA , na rua caminhando PEDESTRE, se sou atropelado ACIDENTADO, no hospital PACIENTE. Nos jornais viro VÍTIMA, se compro um livro LEITOR, se ouço rádio OUVINTE.Para o Ibope ESPECTADOR, para apresentador de televisão TELESPECTADOR, no campo de futebol TORCEDOR. Se sou corintiano, SOFREDOR. Agora, já virei GALERA. (se trabalho na ANATEL , sou COLABORADOR ) e, quando morrer.... uns dirão... FINADO, outros...DEFUNTO, para outros... EXTINTO , para o povão... PRESUNTO... Em certos círculos espiritualistas serei... DESENCARNADO, evangélicos dirão que fui...ARREBATADO... E o pior de tudo é que para todo governante sou apenas um IMBECIL !!! E pensar que um dia já fui mais EU.

Luiz Fernando Veríssimo.

Samuel S.

domingo, 17 de julho de 2011

Você acredita em mudanças?




Chega um momento na nossa vida que todos nós mudamos, não tem como você ser você mesmo o tempo todo: Seja você mesmo, mas não seja sempre o mesmo, a mudança é totalmente necessária, para novas experiências. Algumas pessoas dizem: Eu não mudo meu jeito para satisfazer ninguém! Tudo bem, pode até ser que esta pessoa não mude, mas se ela realmente gosta desta pessoa, pode ser até que ela não mude, mas ela terá que se "adaptar", pois é totalmente impossível um relacionamento com uma pessoa que não aceita o jeito da outra.

Uma vez ouvi uma música que dizia a seguinte frase: "Não é que isso aqui reabilitou um infeliz mas é que eu encontrei meu próprio juiz!", foi em uma música que contava a história de uma pessoa que cometeu um crime e teve que pagar o preço por isso. Na frase quando ele diz: "Não é que isso aqui" ele se refere ao sistema carcerário, que entre nós não precisa nem comentar como está, não é? Para falar disso eu teria que criar outra postagem. E quando ele diz "mas é que eu encontrei meu próprio juiz" ele se refere a JESUS, pois procurou uma maneira conseguir o perdão, totalmente arrependido por tal ato. Quer um melhor exemplo de mudança? Mude sempre, não precisa deixar de ser você mesmo, faça este experimento, mude antes que seja tarde demais.

"Talvez não tenhamos conseguido fazer o melhor, mas lutamos para que o melhor fosse feito. Não somos o que deveríamos ser, não somos o que iremos ser, mas graças à DEUS não somos o que éramos" - Martin Luther King Jr.

Música: Mil desculpas - Ao cubo

Samuel S.

quarta-feira, 13 de julho de 2011



Sabia que eu tentei? É, eu tentei te valorizar. Te fazer dono dos meus pensamentos durante todo o dia. Mas, sabe você se esforçou tanto para que eu te esquecesse... que nem me dei conta quando meus pensamentos passeavam  por coisas fúteis, que pareciam mais importantes que você no momento. 
Sim, você se esforçou. Eu jogava meu coração pro alto, na esperança que você pelo menos olhasse pra cima pra vê-lo!! Eu nem pedi pra que você o apanhasse. Só bastava olhar. Pra mim bastava o olho. Tudo numa dimensão tão grande..que nem pedi seu coração. Porque eu achava ele precioso de mais pra ser meu.
O problema, é que o meu coração cansou de ser jogado pra cima. Ele caiu direto nas minhas mãos, e eu o guardei de volta. E prometi pra mim mesma, que só tiro ele de lá, se for pra entregar pra alguém que o queria  'sempre'. E que saiba a complexidade do 'eu te amo'. Que saiba valorizar as pessoas como elas merecem. Que saiba que amor não se escolhe. Que saiba que existe um Amor muito maior, que nunca vai me deixar. Que saiba que 'eu te amo' não é bom dia. Assim como 'eu também' não é resposta.
Mas sabe o que eu vou fazer agora? Ser muito feliz. Espero que você seja também. Ressentimento não é coisa pra mim, você deveria saber disso.



Lorrayne Nascimento.



Tema sugerido (a um bom tempo), pela minha amiga Lara Alves.
Taí flor, pra você, espero você goste e que atenda as suas  expectativas. Tive que me colocar no lugar de pessoas pra escrever isso, então foi uma terapia. Obrigada.


Playlist: Mais Uma Vez - Renato Russo. *-*


segunda-feira, 11 de julho de 2011


Há uma coisa que venho pensando há vários dias, eu não consigo compreender, até uns dias atraz estava conversando com um amigo sobre isso, essa coisa é a morte, por favor não se assustem. O meu post quer mostrar toda minha indignação, não sei se por falta de entendimento ou por falta de explicação neste assunto. Desculpem-me mas eu não consigo entender como as pessoas se vão tão rápidas, algumas nem entram direito neste mundo e em poucos dias já se vão, porque isso acontece? Na verdade, qual o sentido disso ? Você já parou pra pensar quando as pessoas que você mais ama neste mundo não puderem mais segurar a sua mão? Neste momento eu queria dar um pulo e segurar na mão de Deus, pena que não podemos fazer isso, temos que nos contentar com a dor, e tentar aprender com ela. Estou muito cansado de guerra, miséria, fome, de violência, de todo tipo de ausência de amor, chega de sofrimento! Deixo aqui minha palavra de consolo de todo coração a todos que estão precisando neste momento. Quero pedir um favor a todos vocês que estão lendo isso: Por favor, valorizem as pessoas que vocês amam, a vida não é um vídeo-game que você pode começar do zero novamente. Amem as pessoas não sejam como os outros que fazem o contrário.

A resposta:
Para aqueles que passam pelo vale da sombra da morte, ouçam essas palavras: O pranto durará algumas negras e terríveis noites, mas em meio dessa escuridão logo se ouvirá o sussurro do Pai "Eu estou contigo. Nesse momento não posso lhe dizer por quê, mas um dia tudo terá sentido. Verás que tudo era parte de meu plano. Não foi um acidente. Não foi um fracasso de sua parte. Agarre-se com força. Deixe que Eu lhe abrace nessa hora de dor."
- David Wilkerson
Fonte: Quando todos os recursos falham:
http://aosperegrinos.blogspot.com/2011/04/quando-todos-os-recursos-falham-davi.html

A única revolução verdadeira é o amor - Detonautas


Samuel S.

Até quando?


Até quando esperar

Até quando esperar, se nada mudou
Se nada te importa.
Até quando esperar
Se é complicado te dizer alguma coisa

Até quando esperar
Se já perdeu, se ficou pra trás

Mas não é nossa culpa 
Não é desculpa

Pois eu sei que uma só a força da fração de seu amor
Desse amor que só acontece quando realmente se que, 
É grande.

É como se fosse um “Eu te amo” na primeira semana
Ouvir um “Eu te amo” na primeira semana faz disparar seu coração
Despeja na corrente sanguínea adrenalina suficiente 
Pra você nunca ter que pular de pára-quedas na vida, te faz sentir vivo.

E mesmo sabendo que toda riqueza que anda por aí está nas mãos erradas,
Que existe corrupção, que existe injustiça, a força de um “Eu te amo” na primeira semana
Nos dá certeza de que juntos vamos ganhar o mundo
Ainda que hoje seja um dia comum.







Rodrigo Netto
Guitarrista do Detonautas Roque Clube, morto em 2006, numa tentativa de assalto no Rio de Janeiro.
Texto lido no Detonautas Acústico.






Lorrayne N.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

2 Anos Questionando!


Sim, meu queridos, o tempo voa! E eu que sempre discuto e admiro o tempo (aliás, tem várias postagens sobre tempo aqui né?), não podia deixar de dizer a minha surpresa  e satisfação de estar completando dois anos de MdQ, esse humilde bloguizinho que criei e depois convidei meu brother Samuel pra me ajudar a mantê-lo e que hoje é pra mim, uma terapia. Os textos, que aqui escrevo, é como se fossem asas que não tenho. São eles que me fazem deixar de ser tão racional e pessimista,  tiram meus pés fincados do chão e me fazem imaginar as coisas mais bonitas que eu gostaria de dizer, ou de ouvir, na maioria das vezes. E eu compartilho tudo isso com vocês.
Por isso, quero agradecer do fundo do meu coração, os minutos gastos do seu precioso tempo, lendo meu espaço, é por vocês que continuo.
Muito obrigada, aos blogueiros, que não conheço pessoalmente, mas que são como amigos pra eternidade, pelas palavras de amor e carinho que recebo. 
Muito obrigada aos amigos próximos, que sempre passam por aqui e me falam depois "Blog tá lindo flor!", "Escreve muito hein?", vocês me deixam emocionada.
Muito Obrigada ao meu querido amigo de 'trocentos' anos, Samuel Santana, amigo, vocês é a prova de amizade que tenho pra contar pro mundo, você suporta minhas loucuras e me aconselha com carinho.
Enfim, um muito Obrigado a todos e a todas que passam por aqui, o Mundo de Questões é o nosso mundo, cheio de interrogações, dúvidas e amores. O MdQ também é de vocês! Muito obrigada! Que venham muitos e muitos anos!!




Lorrayne Nascimento.
Estudante de História, apaixonada pelos amigos, viciada em chocolate e blogueira.