domingo, 28 de março de 2010

A falta






Sinto falta de quando tinha meus verdadeiros amigos por perto, mas apenas os verdadeiros, pois os outros, eram somente os outros. Sinto falta de quando passava a tarde inteira fazendo o que me fazia feliz, sinto falta de uma pessoa que era ou ainda é muito espeial para mim, que por ironia do destino nos separamos, sinto falta do amor, aquele amor que sempre falava mais alto, mas nos tempos de hoje parece que o ódio predomina no coração das pessoas de bem, é um pouco estranho para mim, não consigo entender o que acontece nos dias de hoje, principalmente quando ligo a televisão, sinto falta de sorrisos sinceros, da bondade, da felicidade, dos dias em que estive feliz. Mas parece que hoje não tenho mais tempo, pra viver sempre sorrindo, o trabalho me consumiu, as vezes coloco na minha cabeça que tenho que sorrir mais, mas parece que ela não me entende. Por vezes eu observo como as pessoas são atarefadas, elas quase não consguem enxergar o quão bonito e radiante é o sol, ou como é lindo observar o brilho de uma criança, como é gostoso o vento de tardinha, como a vida é maravilhosa se soubermos tirar somente as coisas boas. Mas eu ainda vejo o mundo com os olhos de criança, que só quer brincar sem tanta "responsa".

Samuel S.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Soltos ao vento


Quando pensei que estava sozinha,
olhei em volta e vi um monte de amigos.
Quando pensei que não conseguiria,
o telefone tocou e me disse o contrario.

Quando pensei que sonhos teria,

alguém me disse que tudo era possível, e eu acreditei.

Quando pensei que era o fim,

percebi que era apenas o começo.

Quando pensei que minhas lágrimas eram inúteis,
elas lavaram minha alma.

Quando pensei que o amor nao existia,

o
uvi uma musica e meu coraçao sossegou.
Enquanto eu pensava em um monte de coisas,

li que era melhor agir.

Enquanto eu pensava o quanto anormal eu era,

sempre soube que normalidade não faz meu gênero.
Quando pensei que estava errada,

eu estava mesmo.

Pedi perdão,
e assim acertei.
Quando pensei num mundo melhor,

Eu não pensava,
eu sonhava.




por Lorrayne.

domingo, 21 de março de 2010

Heroes and Saints


Um dia li que os anjos existem. E que vivem perdidos entre nós. Escondidos talvez.

Cortam suas asas com muita dor e depois, se quiserem, nos encontram. Um dia encontram.

Eu só, sinceramente, espero que o meu não demore muito.

Sou a ultima e talvez a única a acreditar que eles existam. OK. Não vou ser tão pessimista. Alguns acreditam, só não se dão conta disso.

Digam o que quiserem, queridos, mais todo mundo sente falta de alguem pra pensar quando escuta uma musica bonita, ou entao, estar naquele lugar especial... seria melhor se estivesse sozinha?

As vezes penso que nasci no século errado, não consigo me acostumar com essas banalidades do amor do século XXI, as pessoas se envolvem por minutos e depois..."Te conheço?"

Gente, nao venham me dizer que é normal, por que não é mesmo. Oamor nãopode ser instantaneo, como qualquer coisa sem importancia.

Devo admitir, antes tinha vergonha vergonha de me admitir uma romantica, pelo simples motivo de achar que era fora de moda, e eu nao estou sozinha, um monte de gente pensa assim. Infelizmente.

Sem vergonha de ser feliz, admito acreditar no amor e esperar por ele. Por favor, me encontra logo??

Termino com um texto lindo, recitado pela Ana Carolina em um dos seus shows...

"Te olho nos olhos e você reclamaque te olho muito profundamente. Desculpa,Tudo que vivi foi profundamente...Eu te ensinei quem sou...E você foi me tirando...Os espaços entres os braços,Guarda-me apenas uma fresta.Eu que sempre fui livre,não importava o que os outros dissessem.Até onde posso ir para te resgatar? Reclama de mim, como se houvesse a possibilidade...De me inventar de novo.Desculpa...se te olho profundamente, Rente a pele...A ponto de ver seus ansestrais...Nos seus traços.A ponto de ver a estrada...Muito antes dos seus passos.Eu não vou separar as minhas vitoriasdos meus fracasos!Eu não vou renunciar a mim;Nenhuma parte, nenhum pedaço do meu ser Vibrante, errante, sujo, livre, quente.Eu quero estar viva e permanecer, Te olhando profundamente."


Preciso dizer mais alguma coisa?...Nao acho que nao.



By Lorrayne



sábado, 13 de março de 2010

Esperar o que?


Tenho pensado o quanto o mundo parece esta virando de cabeça pra baixo. Em três meses do ano de 2010, furacões, tsunamis e outras tragédias aconteceram. Quantas mais acontecerão?

Ficaremos parados, esperando a próxima noticia do jornal?

Queridos, não se enganem. Nada acontece por acaso. A culpa é toda nossa. Infelizmente.

Culpar o próximo?? Também já nao é hora pra isso.

Falar pra que cada um faça sua parte? Também já estamos cansados de escutar...

O que podemos fazer entao???

A palavra chave, e a unica palavra que me vem a cabeça...ESPERANÇA.

Pensar que tem alguém , no céu que nos olha. Alguém que longe das loucuras das religiões, existe e de alguma forma olha.

Não posso mais ver os jornais e esperar ver alguem de minha familia ou um amigo, que foi vitima por uma catastrofe...o mundo que se volta contra o homem que o maltratou. Nao posso mais.

Nao consigo mais.

Entao queridos, parem de fingir que nao é problema seu, porque é sim. Vai esperar que aconteça com voce??

Nao espere. Faça agora. Nao deixe pra amanha.Por favor.

Comece pelo simples. Um "bom dia" nao mata ninguem! Um "obrigado" muito menos!

Um abraço naquela pessoa que voce ve todos os dias, mais que amanha pode nao mais estar lá.

Hora de pensar e parar de se enganar. O meio ambiente e as pessoas a sua volta agradecem.



By Lorrayne Nascimento.