sábado, 27 de fevereiro de 2010

Pedro Bial - Bom, ruim, assim, assim!



Quer saber de uma coisa?

Tudo pode ser bom, ruim e principalmente assim assim!
Tudo ao mesmo tempo ou não, e não necessariamente nessa ordem
Bom é chegar na praia à tardinha, anuncio de por de Sol, a água de ondas mansinhas
Jogar bola na espuma e sob o céu encaixa como se fora Tafaréu.

É bom também quando começa a chover
E as gotas fazem cócegas na superfície do mar
Como se um cardume infinito prometesse matar a fome
De todo o Vidigal, Rocinha, Cidade de Deus e Vigário Geral.

Ruim é lembrar daquele amigo que de prancha na mão
Morreu de um beijo roubado de um raio, da lembrança a correria,
O medo... o medo... medo é bom, ruim é o medo de ter medo!

Bom é voltar trocar chuva por chopp e passar atrás da pelada
A bola vai pra fora e como na crônica de Rubem Braga sobra pra você
Que mata no peito faz embaixadinha e devolve redondo... num chute perfeito
Ruim é a fisgada na coxa sair mancando disfarçadamente...
A vergonha de ta decadente não é ruim, ruim é o orgulho que se nega a reconhecer a decadência.

É bom a cidade estranha em que você nunca esteve e sabe que nunca mais vai voltar
E nesse lugar você tem uma obrigação sem graça que cumpre com estilo e precisão
Traçando um dia perfeito no arco do tempo

Quando cai a noite é bom tomar um banho e sob o chuveiro é bom sentir saudade,
Ruim é não ter saudade, e como é bom sair sem direção pelas ruas da cidade
Pensando no que você fez da sua vida e no que a vida fez em você
Bom é sonhar, realizar não é tão bom, mas ruim mesmo é não realizar

O fim de um grande amor é muito, muito ruim, um grande amor não tem fim!
Bom é amar, ruim é amar... Bom é encarar a vida com fantasia.
Quando um poeta desaparece é bom colocar chapéu de Bogar que tudo pode solucionar...
Ruim é encontrar o precipício, morrer não deve ser tão ruim assim...
E pode ser bom falar sobre bom e ruim, e pode ser pior assim assim ... bom!

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Breve amizade, inesquecivel amizade...


"Ninguem morre, enquanto permanece vivo em alguem", é pensando assim que me sinto melhor, ao pensar que alguem tão cheio de vida, possa ter partido tão repentinamente, tão cedo.

Jonnatas querido, OBRIGADO por uma tarde tão cheia de alegria.

Chegou de mansinho e conquistou a todos nós.

Obrigado por tudo.

Um dia a gente de encontra, nao sei onde e nem quando, mas, a gente vai se encontrar para relembrar e quem sabe pra reviver?

Obrigado, já nao consigo mais escrever, porque meu coraçao doi só de pensar em nao mais te ver.


"Amigo é coisa pra se guardar, debaixo de sete chaves, dentro do coraçao.

Assim falava acançao que an America ouvi. Mas quem cantava chorou, ao ver seu amigo partir.Venha o que vier, seja o que vier, qualquer dia amigo eu volto, pra te encontrar."